Oito cuidados com o celular durante o Carnaval 2019

Imagem retirada de https://www.techtudo.com.br/listas/2019/03/oito-cuidados-com-o-celular-durante-o-carnaval-2019.ghtml
Imagem retirada de https://www.techtudo.com.br/listas/2019/03/oito-cuidados-com-o-celular-durante-o-carnaval-2019.ghtml

Durante o carnaval, os foliões aproveitam o período para curtir blocos de rua ou ir à praia. Independente da escolha, o celular, porém, requer alguns cuidados extras, já que estará sujeito a uma série de riscos caso o smartphone fique exposto excessivamente ao sol, tenha contato com a água, entre outros fatores que podem danificar o seu telefone. Confira, a seguir, oito dicas para evitar que o seu aparelho sofra avarias no feriadão.

1. Previna-se de situações desastrosas
Tenha cuidado ao tirar selfie com os amigos, já que as chances de derrubar o aparelho no chão e de trincar a tela aumentam nessas situações. Por isso, lembre-se de colocar uma capa protetora antes de sair de casa, pois elas são essenciais em caso de quedas. Evite também o hábito de deixar o telefone próximo a líquidos em cima da mesa para prevenir-se dos riscos de alguém esbarrar em um copo e derramar bebida no seu smartphone.

2. Mantenha-o sempre com você
Andar com o celular no bolso de trás da roupa não é uma das melhores ideias quando se está no meio de uma multidão. Isto pode facilitar casos de furto, especialmente em aglomerações. O mesmo cuidado vale em uma festa com pessoas desconhecidas: evite deixá-lo em cima da mesa durante o evento, guardando-o na bolsa ou levando-o consigo sempre aonde for.

3. Considere um seguro de celular
Segundo o G1, em 2018, quase 2 mil pessoas registraram boletins de ocorrência por furto e roubo de celulares na região central de São Paulo. Se você pensa em contratar um seguro para o seu smartphone, esse pode ser um bom momento para tirar o plano do papel.

Além da garantia contra roubo ou furto, o seguro ainda pode servir como uma boa ajuda em casos de acidente, já que há planos que cobrem a quebra acidental do aparelho. O valor das assinaturas variam de acordo com o celular e têm adesão simplificada.

4. Redobre o cuidado na praia e com a exposição solar
Para aqueles que vão aproveitar o feriado na praia, a atenção à exposição solar deve se estender ao smartphone. As altas temperaturas podem esquentá-lo e danificar a bateria – os efeitos são similares caso o celular esteja guardado dentro do carro. Quando não estiver utilizando o celular, lembre-se de deixá-lo guardado na bolsa debaixo da sombra.

Esquecer o aparelho em cima da canga – além do risco de furto – é também um convite para a areia arranhar a tela e entrar nos conectores de carga e fone de ouvido. Em todo caso, opte por uma capa protetora impermeável ou própria para mergulho para prevenir acidentes.

5. Verifique a proteção contra líquidos
É importante checar o tipo de proteção contra líquidos que o celular possui. Alguns aparelhos são apenas resistentes à respingos de água, enquanto outros podem ser submersos. Ainda assim é bom ficar olho: os modelos que possuem a certificação IP67 ou IP68 podem ser "mergulhados" na água doce, mas não na salgada, e têm restrições quanto ao tempo e profundidade. Ou seja, o uso próximo ao mar deve ser feito com uma proteção apropriada.

6. Leve um powerbank
Durante o carnaval, é comum o folião ficar horas na rua, longe de uma tomada. Para não passar sufoco, leve um powerbank para evitar o sufoco. Dessa forma, será possível recuperar o carga do celular em qualquer lugar quando for necessário.

7. Tome cuidado com o suor
Não guarde o celular preso na cintura, em contato direto com a pele. Além de esquentá-lo, provavelmente deixará o aparelho molhado de suor. Evite também pegá-lo com as mãos suadas ou molhadas. Além do contato com a umidade, é também um prato cheio para o dispositivo escorregar e cair no chão.

8. Feche bem os recipientes de glitter
Para não atrapalhar a folia, é comum o folião guardar todos os pertences numa bolsa mais compacta. Se levar potes ou saquinhos de purpurina junto com o celular, verifique se estão bem fechados. Caso contrário, as partículas brilhosas podem entrar no aparelho através dos compartimentos do carregador e fone de ouvido, danificando o seu uso.

Fonte: TecTudo

Pesquisar