Bolsonaro inaugura sistema de telecomunicações da Oi na estação brasileira na Antártica

Imagem retirada de https://www.tudocelular.com/mercado/noticias/n139246/oi-parceria-governo-estacao-antartica-.html
Imagem retirada de https://www.tudocelular.com/mercado/noticias/n139246/oi-parceria-governo-estacao-antartica-.html

O presidente Jair Bolsonaro inaugurou os novos serviços de telecomunicações da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF). A cerimônia foi realizada no Palácio do Planalto e contou com a participação de representantes da Marinha e da operadora Oi, que oficializaram um novo acordo de cooperação para ampliar e modernizar os serviços prestados pela empresa na Antártica.

De acordo com a Oi, os cientistas e militares brasileiros que atuam na estação agora passam a dispor de internet fixa de alta velocidade, rede móvel com conexão 4G, acesso WiFi distribuído por todas as instalações e sistema de recepção de sinal de TV. Durante o anúncio, o presidente fez uma videoconferência em que se conectou do Palácio do Planalto com a estação brasileira na Antártica.

A empresa destaca que toda a infraestrutura permite a troca de dados entre as pesquisas de campo na Antártica e as instituições brasileiras que as apoiam. Além disso, o serviço deve atenuar a sensação de isolamento ao possibilitar videochamadas com qualidade aos brasileiros que ficam mais de 365 dias ininterruptos na região.

O Contra-Almirante Sérgio Gago Guida, Secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar e Gerente do Programa Antártico Brasileiro, comentou a importância do serviço de telecomunicação na Antártica: "A estrutura proporcionada pela Oi na Antártica permite o fornecimento de serviços integrados de voz, dados, internet, telefonia móvel e solução para recepção de sinal de TV. A operadora modernizou a estação terrena de satélite para garantir a conectividade dos pesquisadores instalados na estação e os centros de pesquisa e universidades em território brasileiro, conferindo a agilidade necessária à atividade acadêmica. Adicionalmente, essa nova infraestrutura possibilitará o monitoramento remoto dos equipamentos vitais, incrementando a segurança operacional da estação, a ligação à rede corporativa da Marinha, para as atividades administrativas, bem como a comunicação dos habitantes da EACF com seus familiares, fator preponderante para o convívio em condições adversas e regiões inóspitas".

A Oi afirma que técnicos da empresa viajaram para a Antártica em janeiro para implantar uma infraestrutura adaptada para suportar as condições climáticas extremas do local, como os ventos de até 200 km/h. O acordo da empresa com a Marinha do Brasil ainda prevê o treinamento e qualificação anual dos militares para a operacionalização do sistema e a manutenção dos equipamentos.

O presidente da Oi, Eurico Teles, comentou como a empresa se preparou para atuar na região mais gelada do planeta: "Instalamos na estação brasileira na Antártica equipamentos de última geração que permitirão uma conexão de qualidade com o Brasil. Investimos em materiais especiais, como nossas antenas, que possuem sistema anticongelante e são produzidas pelo mesmo fabricante de aviões, submarinos e veículos militares. Nossa equipe trabalhou intensamente no local para disponibilizar uma rede moderna e compatível com o que oferecemos no Brasil"

Fonte: Tudo celular

Pesquisar